Sou dessas

Que só responde a vida em liberdade

Que derrama vida em forma de arte

Insisto no viver

E nele sigo

Atenta

Durante o caminho

Ideias em colapso

Me desviam da linha reta

E rompem com o senso de mais um entre milhões

Ando por curvas

Nem sempre certas

Mas curvas belas

Além do mais

Me curvo

Ao mar que me encara

As ondas que se lançam

Ao céu que me infinita

Ao pulso de tempo que agora passa

Sem graça

Tão sem graça o vai e vem do pendulo

Que insiste em me dizer

Que a vida é feita de segundos

E cada segundo tem a mesma duração

Me chamam de louca ao refutar tal fato

Para mim existem segundos e segundos

Uns cabem olhares, toques, paisagens

Já outros não são suficientes para abrigar a imensidão de um beijo ou um abraço

FullSizeRender (50)FullSizeRender (43) FullSizeRender (46) FullSizeRender (47)

Processed with VSCOcam with a5 preset

Sou dessas

Que corre lugares a procura do mundo

Que corre o mundo em busca de olhares

Que corre lugares em busca de encontros

Ninguém além de mim

E meu próprio infinito

A derradeira chance de ser eu mesma

E não desperdiçar

A verdadeira novidade

Intacta ao meu redor

Me lanço à possibilidade

De me ter por completo

De me despir de formar antigas de pensar e agir

Até enfim ser volúvel o bastante

E não carregar mais conceitos eternos

Inflados de certezas

Incertas

Sou dessas sim

Mas entre todas essas

Não há ninguém

Igual a mim.

— T.M.

FullSizeRender (44) FullSizeRender (42) FullSizeRender (49)FullSizeRender (48) Processed with VSCOcam with a5 preset Processed with VSCOcam with a5 preset Sem título

FOTOS E VÍDEO POR: Thiago Mitushima

Compartilhe
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on Tumblr